Dente do siso: tirar ou não tirar?

Muitas pessoas acreditam que todo dente do siso, ou terceiro molar, precisa ser extraído, tendo ou não erupcionado. Mas não é bem assim.

Em alguns casos, os dentes do siso simplesmente não estão presentes. Em outros casos, eles nascem normalmente, corretamente posicionados na arcada dentária, com fácil acesso para a sua higienização e cumprindo sua função mastigatória – quando o siso de cima tem contato com o siso debaixo - sem causar nenhum problema.

Mas existem algumas indicações para sua extração, tais como: difícil acesso para higienização; erupção em posição incorreta; erupção parcial, o que pode causar cárie ou reabsorção da raiz do dente vizinho.

A decisão só deve ser tomada após a avaliação do seu caso feita cuidadosamente por um dentista.

Se o dente do siso está nascendo e começa a doer, pode ser por causa da inflamação da gengiva em volta dele. Às vezes, é possível tratar a inflamação e acabar com a dor, sem necessariamente extrair o dente.

Se o dente do siso está mal posicionado, semi-incluso ou mesmo ainda não erupcionou, é importante fazer a avaliação criteriosa através de radiografias. Se o dentista identificar na imagem alguma lesão em volta do dente, ou proximidade com a raiz do dente vizinho, é bem provável que a extração seja indicada.

Se você tem dúvidas se deve ou não extrair seu dente siso, marque uma consulta de avaliação com a cirurgiã-dentista Dra. Mayra Quitero na Odonto8, graduada pela Faculdade de Odontologia da USP, onde fez Mestrado e Doutorado.

SAIBA MAIS SOBRE TRATAMENTOS

SAIBA MAIS SOBRE ASSUNTOS

Você também vai gostar de ler:
Atendimento apenas Particular
(11) 2227-2679    (11) 94459-9194
De 2ª a 6ª feira das 9h às 19h
Rua Tijuco Preto, 393 Sl. 114   Tatuapé
  • Atendimento com hora marcada
  • Não aceitamos convênios
  • Facilitamos o pagamento
  • Estacionamento no prédio com vallet
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

Resp. Técnico Dra. Mayra Zamboni Quitero CRO 95.220  -  CRO-CL 17.739